Qui 13/09/2007

Apuama é o nome de um filhote de gavião-real do Assentamento Gleba Vila Amazônia, Parintins - AM. O nome foi escolhido por meio de um concurso promovido pelo Programa de Conservação do Gavião-real (PCGR) do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e pelo Programa Jovem Cientista Amazônida da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM).

O concurso “Dê um nome para o filhote fêmea de gavião-real do ramal Santa Luzia”, foi lançado em julho e na semana passada os organizadores divulgaram o resultado. O concurso contou com a participação de 234 alunos de seis escolas municipais da área rural do Assentamento. O objetivo da campanha foi despertar nas crianças da região, interesse em pesquisar e conhecer a espécie no seu ambiente natural.

O filhote nasceu em março do ano passado, na comunidade Santo Antonio do Murituba, em Parintins, ele foi marcado com transmissor via satélite quatro meses após o nascimento. Atualmente a ave ainda sobrevoa os arredores do ninho, onde, segundo relato da bióloga Helena Aguiar, bolsista FAPEAM do PCGR, os pais trazem caça no ninho para ela se alimentar.

A campanha foi aberta somente para estudantes do ensino fundamental e médio do Assentamento e teve ampla divulgação nas rádios locais com o objetivo de envolver todas as comunidades do entorno do ninho. Os alunos tiveram dois meses para pesquisar um nome indígena que seria dado ao filhote.

O julgamento contou com a participação de docentes da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Valdson de Souza Soares, Delma Pacheco Sicsú, José de Paula Bezerra e da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Quezia Maria Reis de Oliveira Barbosa, Marinez França e Maria Audirene de Souza Cordeiro.

Segundo os organizadores, a comissão foi criteriosa na avaliação. Na primeira etapa eles selecionaram as melhores sugestões. Em seguida, verificaram o significado e a origem dos nomes propostos.

O vencedor foi o estudante da 3o ano do ensino fundamental, Adamor Pereira Camarão Neto, da Escola Municipal Bom Jesus na comunidade Independência. O nome sugerido pelo aluno foi “Apuama”, que significa “veloz, que não para”. A bióloga Helena Aguiar, juntamente com o prof. Doade Douglas e Raimundo de Carvalho, bolsistas do Programa JCA FAPEAM, entregaram na sexta-feira (19/09), na comunidade de Santo Antonio do Murituba o prêmio para o vencedor, um triciclo para deslocamento e transporte de carga no Assentamento.

Mais de 120 pessoas estiveram presentes durante a cerimônia de entrega dos prêmios. Membros da comunidade demonstraram bastante interesse sobre esta espécie de ave de rapina e a atuação do PCGR. Durante o evento, houve esclarecimentos sobre como são realizados o monitoramento, a captura e a marcação de gaviões-reais nas áreas de atuação do Programa, eles puderam ver os equipamentos utilizados na pesquisa, ver imagens e vídeos sobre o gavião-real, e ainda esclarecer suas dúvidas sobre a biologia, a reprodução e as curiosidades sobre a espécie. “O encontro foi rico, diverso e gratificante, enfatiza Aguiar”. Ainda, no final do evento participaram atentamente de uma demonstração de acesso a copa de uma castanheira (uma das espécies de árvore onde o gavião-real constrói seus ninhos) realizada pelo escalador Olivier Jaudoin, voluntário do PCGR. A técnica permite o acesso com segurança ao dossel para a coleta de dados sobre dieta, a captura do filhote para marcação e a observação do comportamento da espécie no ninho a partir de uma plataforma de observação.

Os finalistas (quadro abaixo) até terceiro lugar receberam como incentivo a práticas esportivas, uma bola de futebol. A escola do aluno vencedor também recebeu uma bola de futebol e os colegas da sala de aula onde o vencedor estuda foram presenteados com um passeio de ônibus até o ninho. “Os alunos poderão observar e ouvir “Apuama”, e com sorte ver a mãe por perto”, salientou.

A bióloga explicou que a educação ambiental é entendida como peça chave da preservação e tem sido enfocada e trabalhada nas comunidades de entorno de áreas de ninhos. “Temos obtido sucesso no envolvimento comunitário, o que tem refletido na ampliação das localizações de ninhos, manutenção de pequenas matas no entorno das árvores dos ninhos e na diminuição no abate da espécie”. Confira a lista de classificados:

Classificação Nome sugerido Escola Municipal Aluno Idade
Vencedor Apuama Bom Jesus Adamor Pereira Camarão Neto 12
2º lugar Naira Fernando Carvalho Patrícia Mendes Tavarez 18
3º lugar Maitê Santa Maria do Santo Antônio Wesley Azevedo da Costa 8