Ter 09/12/2008

Apoema, que enxerga longe na linguagem indígena, foi o nome sugerido por Vanessa Rakelly Barbosa Gouvéia (9 anos) para o Gavião-real fêmea de Novo Aripuanã-AM.  Vanessa, aluna da 3ª série na Escola Estadual Francisco Sá disse que pesquisava um nome e gostou muito do nome Apoema. A aluna ganhou uma máquina fotográfica e a escola onde estuda, uma bola de futebol.

A premiação aconteceu na noite de sábado durante um festejo em Novo Aripuanã. Na oportunidade foi apresentado um ví­deo documentário sobre o Gavião-real de Barreirinha (nomeado Aweré), que conta desde a captura, reabilitação e devolução as florestas do rio Andirá (Barreiriha-AM).

Este é o quarto Gavião-real nomeado por crianças na Amazônia. Naruna = "índia guerreira", em Parintins-AM (2003), Apuama = "veloz", também em Parintins (setembro/08), Aweré = "caçadora", em Barreirinha (novembro/08) e Apoema = "que enxerga longe", em Novo Aripuanã-AM (dezembro/08).

Os concursos pretendem sensibilizar as crianças nas escolas e comunidades onde os animais são soltos, para que elas apreendam sobre a importância da manutenção de espécies silvestres.