As caracterí­sticas que o tornam a ave de rapina mais possante da América do Sul são suas garras e a força que pode exercer com suas patas, com uma capacidade de carga igual ao seu próprio peso. Possui uma crista de penas em forma de coroa no topo da cabeça que o identifica como gavião-real. Esta crista eriçada em determinados momentos. Pode atingir 2,05 m de envergadura (medindo da ponta de uma asa a outra). Habita o dossel das florestas e na época do acasalamento e cuidado da prole forma casal, porém caça solitário.