O nome cientí­fico é Harpia harpyja, em homenagem as Harpias da mitologia Grega (seres metade águia e metade mulher). A espécie foi descrita por Linneu em 1758. A espécie é popularmente conhecida na Amazônia como gavião-real devido ao seu porte com uma coroa de penas na cabeça, que lembra a pose de um membro da realeza. Também chamada de uiraçu, hárpia, harpia nos estados do centro oeste e sudeste e, gavião-preguiça e gavião-nenêm nos estados do nordeste. Em outros paí­ses águila harpia (na lí­ngua espanhola), Harpy Eagle (na lí­ngua inglesa) e aigle harpie (na língua francesa).